Conheça os animais que estão mais ameaçados de extinção



Conheça os animais que estão mais ameaçados de extinção
Conheça os 5 animais que mais correm o risco de extinção segundo a WWF:
  
5º lugar - Tartaruga-Gigante
A tartaruga de Couro (Dermochelys coriacea) é a maior das tartarugas marinhas e um dos répteis que garantiu a sua sobrevivência durante centenas de milhares de anos em nosso planeta e atualmente é a quinta espécie que enfrenta o mais grave perigo de extinção.
Pesquisas recentes indicam que a população desta espécie vem sofrendo um grave declínio, em particular no Oceano Pacífico, onde se calculam que existam apenas 2.300 tartarugas.
Já no Atlântico, esta tartaruga apresenta uma população mais estável, porém os cientistas prevêem que esta população poderá sofrer alterações por conta da morte de muitas destas tartarugas em capturas acidentais feitas por embarcações de pesca. Outro problema à esta espécie é o aumento do nível do mar assim como a elevação das temperaturas nas praias do Atlântico.

4º lugar - Pinguim de Magalhães
O aquecimento na temperatura das correntes marítimas obrigam os pinguins a nadarem em distâncias cada vez mais longas para encontrar comida. Por conta disso, muitos pinguins já foram encontrados em praias brasileiras, com péssimo estado de saúde. Das 17 espécies de pinguins existentes, 12 estão ameaçadas de extinção.

3º lugar - Morsa do Pacífico
As morsas são umas das principais vítimas das alterações climáticas. Em Setembro de 2009 cerca de 200 morsas foram encontradas mortas na costa do mar Chuckchi, no Alaska. As morsas dependem das placas de gelo flutuante para repousar, darem à luz, amamentar e protegerem as suas crias dos animais predadores. Com o intenso derretimento do gelo, esta espécie perdeu grande parte do seu extenso habitat.

2º lugar - Urso Polar
O urso polar é o grande símbolo dos animais que perdem seu habitat natural por conta do aquecimento global. Além da elevação da temperatura no Ártico, petroleiros e os derramamentos de óleo na região são as principais causas da quase extinção desse animal.

1º lugar - Tigre
Pesquisas recentes mostram que existem apenas 3.200 tigres (Panthera tigris) em seu habitat natural. A distribuição territorial diminuiu em 40% nos últimos dez anos, fazendo com que os Tigres ocupem menos de 7% do território antigo. A destruição das florestas e o aumento da caça clandestina pode conduzir as populações de tigre para o mesmo final que os seus já extintos parente próximos: os tigres de Java e Bali. A caça furtiva ao tigre tem como principal objetivo recolher algumas partes do seu corpo para uso na medicina tradicional na Ásia. Sabe-se que a pele destes animais é muito cobiçada no mercado. Além disso, o aumento do nível do mar devido às alterações climáticas vem diminuindo o território dessa espécie.

Consequências
Além do desaparecimento destas belas e incríveis espécies, a extinção dos animais tem um enorme impacto na natureza. Existem muitas espécies ameaçadas em diversos biomas e as consequências da extinção ultrapassam o simples desaparecimento. Quando acontece a diminuição ou extinção de uma determinada espécie, geralmente temos a diminuição também de indivíduos que se alimentam desta espécie, e em paralelo acontece o aumento do número de organismos que serviam de alimento para ela, ou seja, desorganiza-se toda a cadeia alimentar. Além disso, ecossistemas podem desparecer, por exemplo: pássaros e insetos que fazem a polinização de plantas e garantem a reprodução desses vegetais, caso eles sejam extintos, o processo será interrompido, podendo acarretar no desaparecimento de ecossistemas.
Fonte: www.opolemico.com.br